Remédios Naturais

Pterígio – Causas, Tratamento e sintomas

Pterígio-causas-sintomas-tratamento

O que é Pterígio?

O problema é um tecido carnoso (pequena membrana avermelhada) que cresce sobre a córnea.

Esta lesão pode manter-se pequena ou crescer até interferir com a visão.

Em alguns lugares, é conhecida popularmente como “carne crescida” ou equivocadamente chamada de “catarata”.

ele se localiza com maior freqüência sobre o ângulo nasal do olho, porém pode aparecer no ângulo externo.

 Pterígio Causas e Sintomas

Os principais sintomas são olho vermelho (irritado) e fotofobia. A causa exata não está definida por completo.

É mais freqüente em pessoas que passam muito tempo ao ar livre, em especial durante o verão.

A exposição prolongada à luz solar, sobretudo aos raios ultravioletas e a irritação crônica do olho devido a condições ambientais secas e poeira parecem desempenhar um papel importante.

Um olho seco pode contribuir para o aparecimento de um pterígio.

Tratamento Pterígio

Quando o ele torna-se avermelhado e irritado, empregam-se gotas e pomadas oculares para reduzir a inflamação.

Se o pterígio tornou-se grande o suficiente para atrapalhar a visão ou é anti-estético, pode ser retirado mediante cirurgia.

Apesar de uma excisão cirúrgica correta, o pterígio pode reaparecer, sobretudo em pessoas jovens.

Em alguns casos recorre-se à radiação da superfície com b-terapia ou ao uso de medicações com o objetivo de prevenir a recorrência.

A proteção dos olhos contra a luz ultravioleta (UVA, UVB) excessiva através óculos solares apropriados, evitando condições ambientais secas e empoeiradas, e a aplicação de lágrimas artificiais são medidas que podem ser úteis.

Quais os tratamentos possíveis?

Tratamento clínico

Quando o pterígio é pequeno e provoca pouco incômodo, pode-se optar por um tratamento mais paliativo, apenas dos sintomas, à base de colírios.

Os colírios, que podem ser vasoconstrictores ou lubrificantes, não farão desaparecer o pterígio, apenas aliviam momentaneamente o desconforto.

O uso de óculos escuros e, em algumas situações, compressas de soro fisiológico gelado, tambem são alternativas para amenizar a irritação.

Tratamento cirúrgico

Para se resolver de forma efetiva o pterígio devemos lançar mão da cirurgia.

Ao longo das últimas décadas, muito já se tentou em termos de cirurgia para remoção do pterígio, mas a maioria delas resultava em um resultado estético não muito favorável ou , o que é pior, com alto índice de recidiva, ou seja, retorno do pterígio, algumas vezes numa condição pior que a anterior.

Finalmente, desenvolveu-se uma técnica muito eficaz e com excelentes resultados estéticos que é realizada hoje nos grandes centros oftalmológicos do Brasil e do mundo e que aqui no IOF já realizamos há mais de 10 anos com baixíssimo índice de recidiva.

 

Dicas de:saudenainter net.com.br